19 de agosto de 2017

PORTUGAL - CIRCUITO DE COIMBRA AO NORTE DO PAÍS






  Fizemos um novo circuito de dois dias, de carro, partindo de Coimbra em direção a Aveiro. Dali para Guimarães, depois Braga, Ponte de Lima e chegando em Porto, à noite. Vamos apresentar as nossas impressões sobre essas localidades e fotos representativas de cada uma delas.
AVEIRO - Também considerada a Veneza de Portugal, devido aos canais navegáveis e percorridos por charmosos barcos. Cidade portuária, tem uma salina e uma arquitetura singular pelas casas remanescentes de antigos pescadores. Muito importante a determinação da Câmara Municipal em preservar essa característica arquitetônica.
A fundação e a denominação da cidade, segundo historiadores, é herança do tempo do imperador romano Marco Aurélio. O nome Aveiro advém do termo latino Aviarum, que significa local de muitas aves.
    A seguir, algumas fotos.



















GUIMARÃES - Segundo os moradores, aqui teria nascido Portugal. Foi a primeira capital no tempo do Condado Portucalense. Cidade histórica, tem castelos, lindas igrejas, praças floridas e ruas repletas de turistas. No Castelo de Guimarães, nasceu D. Afonso Henriques, ou D. Afonso I, o conquistador, primeiro rei de Portugal. 
   Passamos a noite num hostel, cujo piso térreo, de pedras graníticas, foi construído há seiscentos anos. No centro histórico, à noite, o casario ficou enfeitado de luzes.
Castelo de Guimarães

Castelo de Guimarães - Aqui nasceu D. Afonso Henriques, que
se tornou o primeiro rei de Portugal, com o nome de D. Afonso I. 


Outra vista do Castelo de Guimarães


Igreja de São Miguel do Castelo. Aqui estão sepultados templários 
que ajudaram a libertar boa parte do território de Portugal da dominação
dos mouros.


Paço dos Duques de Bragança. Construído bem depois do Palácio de 
Guimarães. Aqui se hospedaram o rei e a rainha da Espanha,
 em 28 de novembro de 2016.




Vista do  pátio interno do Paço dos Duques de Bragança






Paço dos Duques de Bragança - Um dos muitos salões.

Esta alameda fica próxima ao Palácio de Guimarães


Igreja na Praça da Oliveira, no centro histórico.
A construção românica é um dos atrativos de 
Guimarães. 

Praça Santiago, no centro histórico de Guimarães


Praça Santiago, à noite, tomada por turistas




Praça central de Guimarães

Outra vista da praça central




Na cidade, ainda existem fontes de água potável e que estão
disponíveis ao público.
É água fresca e de boa qualidade.







BRAGA - Situada ao norte de Portugal, a cidade de Braga foi fundada no ano 16 AC, como Bracara Augusta, em homenagem ao imperador romano Augusto. É a cidade mais antiga de Portugal e já foi capital da Província da Galécia - ainda no tempo do império romano. Após a queda dos romanos, foi capital do reino Suevo, que incorporou esta parte do território romano, também conhecida como Galiza. 
     No ano 715 da era cristã, Braga e região foram tomados pelos mouros. Ocorreram muitas disputas entre cristãos e mouros, no período entre o séc. VI e XI. As marcas dessas disputas estão ainda visíveis nas ruínas, prédios, muralhas e sítios religiosos. História milenar, remanescentes de ruínas, arquitetura e muitos sítios religiosos são grandes atrativos turísticos. 
       Logo na chegada, chamou-nos atenção a grande praça, hoje denominada Praça da República, ligada a outro espaço público igualmente atraente. Esses espaços são ligados por um grande chafariz, conhecido como Arcada. Impressiona o fato de que, séculos atrás, já existiam gestores que implantavam amplos e ajardinados espaços públicos, pensando na qualidade de vida dos seus cidadãos. 
    Não foi possível visitar todos os atrativos históricos e religiosos, devido ao pouco tempo disponível. Por ser época de alta temporada, as ruas da parte histórica estavam repletas de turistas. Dentre as várias nacionalidades de pessoas, encontramos turistas brasileiros. Foi assim também nas outras cidades que visitamos. Vamos apresentar algumas fotos para melhorar caracterizar o que acima dissemos.
 
Praça da República. 
      


Arcada, chafariz na Praça da Republica


Outra vista da Praça da República

Uma das muitas áreas vegetadas da Praça da República.



Rua florida que se liga à Praça da República no chafariz, conhecido
como Arcada.


Igreja Catedral de Santa Maria de Braga, construída há
mais de novecentos anos.


Sítio histórico com igrejas e capelas. 

Acima, imagem do Largo do Poço. Aqui existem vários estilos de
construção e atualmente um dos prédios abriga a
reitoria da Universidade do Minho.






Pausa para o descanso.
As caminhadas pelo sítio histórico do centro de Braga, num dia de calor,
exigem algumas paradas.

Este espaço florido atrai milhares de turistas.
Fica num dos sítios históricos que abrigam arcos remanescentes
do Império Romano

Dezenas de escadas e centenas de degraus. Cada escada termina num
terraço, onde tem uma capela. A subida a pé leva até a Igreja de Bom Jesus
do Monte, uma das maiores atrações de Braga. Lá do alto se observa a
cidade. 

Um dos terraços e ao fundo uma vista parcial das escadarias que levam até a
Igreja Bom Jesus do Monte. A subida exige algum preparo físico.

Pouco antes de atingir a Igreja Bom Jesus do Monte, lá no alto,
 este terraço oferece um recanto lindo com lagos e grutas.

Aqui um dos terraços e ao fundo uma vista das escadarias que
conduzem até a Igreja de Bom Jesus do Monte.

Nas proximidades da Igreja Bom Jesus do Monte, outro terraço
belíssimo. Dali se avista a cidade de Braga. A subida de centenas de degraus
é recompensada pelo cenário encantador. 

Finalmente, chegamos ao topo e à Igreja de Bom Jesus do Monte.

Interior da Igreja de Bom Jesus do Monte. Havia um casamento na hora da visita.

PONTE DE LIMA -  É uma vila, dentro do concelho de mesmo nome, no Distrito de Viana do Castelo, região do Alto Minho, norte de Portugal. A vila é uma das paradas dos peregrinos que fazem a ligação entre os Santuários de Fátima e Santiago de Compostela, na Espanha. No trajeto de Braga até a vila de Ponte de Lima, a paisagem lembra algumas regiões do Sul do Brasil. O concelho de Ponte de Lima - equivalente a município no Brasil - tem agricultura baseada principalmente na produção de milho e uvas viníferas. Ali se localiza uma adega cooperativa de vinho, com destaque ao vinho verde, famoso mundialmente. A denominação vinho verde, na verdade, refere-se a um vinho branco com características únicas dessa região.
  No aspecto histórico a vila Ponte de Lima se destaca pelos remanescentes das construções romanas e pela ponte sobre o rio Lima. A ponte original foi construída ainda pelos romanos. Mais tarde, no séc. XIV, foi reconstruída, mantendo as características originais.
Ainda se pode ver duas torres remanescentes, de um conjunto de nove, que faziam parte de uma muralha. da época do império romano.
   Devido à boa estrutura urbana e aos seus aspectos históricos, a vila  Ponte de Lima é capaz de atrair milhares de turistas num só dia, como pudemos constatar.
   Vejamos algumas fotos.






















 

    

Um comentário:

Anônimo disse...

Blog ótimo com conteúdo fenomenal! Fiquei feliz por terem gostado de Guimarães e da nossa história. Assinado: meninas que estavam a ler o jornal na Praça da Oliveira.